Você está aqui
Início > EM BH > Jovens ocupam praça do Barreiro atrás de cultura e entretenimento

Jovens ocupam praça do Barreiro atrás de cultura e entretenimento

No dia 10 de novembro, entre 10h e 21h, sábado, a Gabinetona, mandato coletivo das vereadoras Áurea Carolina e Cida Falabella (PSOL), convida a cidade para o encontro Culturas, Juventudes e Território > Ocupa o Espaço Público. Será um dia de experimentação política, artística, performática e cultural, protagonizada por iniciativas e coletivos do Barreiro e de outros bairros da cidade que enfrentam desafios diariamente para ocupar o espaço público.

A ação é um desdobramento do Culturas Juvenis, projeto da Gabinetona, coordenado pelo assessor parlamentar Dú Pente, em diálogo com diversos coletivos autônomos de Belo Horizonte – entre eles MasterPlano, Uai Sound System, Baile Funk da Serra e projeto Minha Quebrada. O objetivo do projeto é incidir na política de licenciamentos e alvarás, simplificando o acesso ao espaço público em toda a cidade. Ele busca também a descentralização e a democratização dos recursos da cultura para as periferias.

Foto: reprodução/facebook.
Foto: reprodução/facebook.

As primeiras ações do projeto começaram em fevereiro de 2018, com o mapeamento de grupos e coletivos periféricos que enfrentam dificuldades de acesso aos serviços e espaço públicos para a realização de atividades culturais. A equipe da Gabinetona realizou encontros com os diversos coletivos e reuniões com atores institucionais, como a Diretora de Políticas para a Juventude, a Secretaria Municipal de Cultura e o Comando da Polícia Militar.

Foi realizada também uma audiência pública sobre o licenciamento de eventos culturais em BH, em julho, para discutir as diversas dificuldades apontadas nesse processo, como a excessiva burocracia, a falta de transparência nos critérios para a isenção no pagamento de cobranças e, sobretudo, a ação autoritária da Polícia Militar. Leia mais aqui.

Atrações e atividades
Resenha “Culturas, Juventudes e Territórios”, com representantes do Fórum das Juventudes, Observatório do Funk, Coletivo MEL e Coletivo Terra Firme;
AzDiferentonas – núcleo de Teatro do Oprimido da Gabinetona;
Indianiza BH – programa de letramento étnico-racial da Gabinetona;
Oficina de Aromaterapia;
Academia Transliterária;
Bazar do MLB;
Encubadora do Funk;
MCs FG7, Fala e João Paiva;
DJs Abóbora e Vitor Mujica
Vini Joe Rap;
Coletivos Terra Firme, Meio Estranho e Bolha de Sabão;
Blocos Angola Janga e Transborda;
Sandra Vilela;
MasterPlano;
Coletivo Som UAISS – Apresentação do coletivo.

Ícaro Ambrósio
Ícaro Ambrósio é jornalista e editor-chefe do site O Contorno de BH.

Deixe uma resposta

Top