Você está aqui
Início > EM MINAS > Mineira supera barreiras da deficiência e encontra destaque no mercado

Mineira supera barreiras da deficiência e encontra destaque no mercado

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), só no Brasil são mais de 45 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência. Sendo assim, essas pessoas representam quase um quarto da população brasileira.

Angelita no seu ambiente de trabalho (foto: arquivo pessoal).
Angelita no seu ambiente de trabalho (foto: arquivo pessoal).

Exemplo de superação e de que deficiência não é impeditivo para o crescimento profissional é o de Angelita de Cássia da Silva, 34 anos. Ela tem Distrofia Muscular de Charcot-Marie-Tooth, uma das moléstias mais frequentes do sistema nervoso periférico e que ocupa o primeiro lugar dentre as afecções neuromusculares hereditárias. A deficiência provoca fraqueza muscular nos membros inferiores e superiores, dificultando a locomoção, por exemplo.

Mas nada disso foi impeditivo para Angelita sair de casa e conseguir seu espaço no mercado de trabalho. E ela diz que “se encontrou na TIM” onde trabalha e vem conquistado promoções há 4 anos. Ela começou na operadora no Call Center. Um tempo depois tornou-se Consultora de Vendas 1 e em outubro passado foi promovida a Consultora de Vendas 2. Trabalha na loja da TIM do Itaú Power Shopping, em Contagem.

“Minha deficiência nunca foi um problema para mim. E a TIM é uma empresa que valoriza o trabalho e que dá oportunidades aos deficientes. Eles ainda se preocuparam em encontrar uma loja onde eu não teria dificuldades de locomoção”, comenta Angelita. Ela ressalta a importância da data para enfatizar e estimular os deficientes a saírem para trabalhar. “Este dia tem como objetivo a sensibilização da comunidade para os desafios enfrentados por pessoas com deficiência física. Acho a celebração de extrema importância”, finaliza Angelita.

Ícaro Ambrósio
Ícaro Ambrósio é jornalista e editor-chefe do site O Contorno de BH.

Deixe uma resposta

Top