Você está aqui
Início > BANCO DE IDEIAS > Viagens longas podem causar trombose

Viagens longas podem causar trombose

Com a proximidade das férias, é hora de curtir um bom passeio. As opções são várias, desde viagens nos estados do Brasil como para o exterior. Quem optar por uma viagem longa, de quatro horas ou mais, dentro de um ônibus ou de um avião, tome cuidado com a trombose. A trombose é a formação de um coágulo dentro de uma veia ou artéria, que interrompe a circulação do sangue, provocando inchaço, dor e vermelhidão nos membros inferiores. Embora o distúrbio seja mais comum em mulheres, ele também acomete homens.

De acordo com o médico Angiologista, do Hospital Felício Rocho, Daniel Mendes, pessoas que têm histórico familiar ou que já tiveram trombose devem ter cuidados redobrados antes de viajar. O ideal é que essas pessoas procurem um médico especialista, para que ele passe as orientações e os medicamentos adequados.

É importante também, que o passageiro se movimente pelo menos a cada duas horas. Se possível, levantar da poltrona do ônibus ou do avião e dar uma volta no corredor. Mesmo sentado, ele pode se exercitar: basta movimentar os pés em movimentos circulares ou para cima e para baixo diversas vezes.

Como a trombose não acontece só durante as viagens, a melhor maneira de evitar a doença, é praticar atividades físicas, pois o exercício intensifica a circulação. Quem já tiver a circulação comprometida, precisa redobrar os cuidados. “Pessoas obesas, grávidas e mulheres que tomam pílula anticoncepcional, principalmente as que fumam, também estão no grupo de risco”, alerta o Dr. Daniel Mendes.

É férias (foto: reprodução).
Foto: reprodução.
Ícaro Ambrósio
Ícaro Ambrósio é jornalista e editor-chefe do site O Contorno de BH.

Deixe uma resposta

Top