Você está aqui
Início > EM MINAS > Rede Minas e Rádio Inconfidência sofrem com exoneração

Rede Minas e Rádio Inconfidência sofrem com exoneração

O Centro de Cultura Presidente Itamar Franco, localizado no Barro Preto, em Belo Horizonte, foi construído em parceria com a Codemig (foto: divulgação).
O Centro de Cultura Presidente Itamar Franco, é a sede da Rádio Inconfidência e Rede Minas (foto: divulgação).

Assim que assumiu, o governador Romeu Zema cortou mais de 06 mil nomes de cargos públicos do Estado. Entre esses estão Elias Santos e Luiza Castro, respectivamente presidentes da Rádio Inconfidência e Rede Minas.

A assessoria de comunicação da TV afirmou que apenas a superintendência de comunicação do governo pode falar sobre o assunto. Ambos veículos de comunicação fazem parte da comunicação pública de Minas Gerais.

Até o momento não se sabe nada a respeito do futuro das empresas. Enquanto isso, o Sindicato dos Jornalistas lamentou o feito nas redes sociais, comentou que 1/3 dos funcionários foram afastados e ainda disse que procura por contato com o governo Zema, porém sem retorno. O medo do Sindicato é que a Rede Minas saia do ar por conta dos cortes.

Veja os posts do sindicato abaixo!

Ícaro Ambrósio
Ícaro Ambrósio é jornalista e editor-chefe do site O Contorno de BH.

Deixe uma resposta

Top