Você está aqui
Início > EM BH > Prefeitura poderá fazer empréstimo de R$ 350 milhões para obras na Vilarinho

Prefeitura poderá fazer empréstimo de R$ 350 milhões para obras na Vilarinho

Entre os principais gargalos das políticas públicas municipais, os diversos pontos de alagamentos que afetam a capital em períodos de chuvas estiveram em pauta no Legislativo. O tema foi debatido em Plenário quando esteve em análise o Projeto de Lei 752/19, de autoria do Executivo, que autoriza a Prefeitura a contrair empréstimo de US$ 85 milhões, o que pode girar em torno de R$ 350 milhões, para realização de obras de drenagem dos Córregos Vilarinho, Nado e Isidoro.

Os parlamentares reconheceram a importância e a urgência das intervenções para impedir novos alagamentos na cidade, mas questionaram a ausência de um projeto claro sobre as obras que serão realizadas. O vereador Mateus Simões (Novo) alertou que o projeto anunciado pela Prefeitura, inicialmente, já teria sido rejeitado por especialistas, inclusive pelo CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais), uma vez que previa a construção de dutos de escoamento na direção de córregos adjacentes, o que levaria a enchentes e alagamentos em outros pontos da cidade.

Na mesma perspectiva, Gabriel, Gilson Reis (PCdoB), Pedro Bueno (Pode), Pedro Patrus (PT) e Bella Gonçalves (Psol) apontaram para o risco de se aprovar um projeto que seria como um “cheque em branco”, que cria uma dívida para o Município, sem que o debate público sobre a obra a ser implementada seja concluído. Dr. Nilton (Pros) afirmou que participou de uma conversa com a Sudecap, que teria informado sobre um novo projeto em andamento, prevendo reservatórios subterrâneos para captar as águas de chuva e o bombeamento posterior das águas pluviais para córregos da região. O PL não chegou a ser votado e segue na pauta da próxima reunião.

Foto: Google Maps.
Foto: Google Maps.
Ícaro Ambrósio
Ícaro Ambrósio é jornalista e editor-chefe do site O Contorno de BH.

Deixe uma resposta

Top